Estratégias de manejo da lagarta-do-cartucho - Uniagro
ORÇAMENTO
0
13/01/2021
Estratégias de manejo da lagarta-do-cartucho

A lagarta-do-cartucho é uma das mais temidas na cultura do milho, pela frequência e danos gerados a produtividade.

 

A falta de monitoramento e controle químico permitem sua evolução nas lavouras. Temos que diversificar as estratégias de manejo, incluindo o uso correto de inseticidas para controle químico.

 

A adoção de estratégias de manejo de controle é urgente para aumentar a vida útil das tecnologias Bts. Caso tais estratégias não sejam implantadas, cria-se condições amplamente favoráveis para uma rápida evolução da resistência a essas tecnologias. A lagarta-do-cartucho possui diversos atributos de ordem genética e ecológica que favorecem para uma rápida evolução da resistência no campo.

 

As estratégias de manejo devem ser pensadas no sentido de evitar ou retardar a evolução da resistência de maneira preventiva:

 

Utilização de refúgio estruturado: essa prática é a principal estratégia de manejo de resistência para as culturas Bt no Brasil. As áreas de refúgio são necessárias como fonte de indivíduos suscetíveis, os quais, ao se acasalar com os indivíduos resistentes da área Bt, dão origem a descendentes que poderão ser controlados ao se alimentarem das plantas Bt, retardando assim a evolução da resistência.

 

Controle de plantas daninhas: elas são hospedeiras de pragas e podem contribuir para uma maior pressão de ataque nas fases iniciais do milho. Essas plantas servem de fonte de alimento para lagartas adultas de S. frugiperda, e a transição das lagartas entre plantas Bt e plantas daninhas pode acarretar em uma exposição subletal às proteínas Bt aumentando a sua taxa de sobrevivência no campo.

 

Aplicação de inseticidas no pré-plantio: em casos de alta infestação de lagartas remanescentes da palhada, recomenda-se aplicação de inseticidas no pré-plantio, pois lagartas grandes são, de modo geral, menos suscetíveis às proteínas Bt, sobrevivendo mais facilmente à exposição a elas. 

 

Tratamento de sementes (TS): como proteção aos ataques iniciais dessa praga no milho o tratamento de semente é altamente recomendado para um bom estabelecimento e arranque de plantas. 

 

Aplicação de inseticidas em parte aérea: É importante que o inseticida que será utilizado na sequência em parte aérea apresente modo de ação distinto do inseticida usado no TS.

 

Devido a lagarta-do-cartucho poder atacar em diversos estádios de desenvolvimento do milho, desde os estágios iniciais até as fases reprodutivas de início e final da formação da espiga, mais de uma pulverização poderá ser necessária e é importante nesse sentido realizar a rotação de inseticidas com modo de ação distinto.

 

Consulte sempre um profissional agrícola de confiança.

Estratégias de manejo da lagarta-do-cartucho
Enviado com suscesso!
A partir de agora você receberá novidades da Uniagro